Amigos Leitores!

Desde que perdi meu Blog em Abril, tenho feito vários acordos com o Blogger a respeito das postagens aqui apresentadas a vocês! Passamos por três momentos distintos:

1. Onde este Blog teria algumas postagens fixas e não postaria nada além de botões que levariam vocês a outros sítios para lerem meus posts. Aqui só ficariam links para os outros blogs, como num PORTAL.

2. Pude passar a postar "chamadas" dos outros blogs neste blog, desde que os textos fossem bastante curtos e logo a seguir viesse o link para o outro blog.

3. Este momento que estou vivendo!

Posso voltar a fazer postagens aqui! Aleluia! Mas devo usar a quebra de páginas para ocultar artigos que contenham fotos mais explícitas ou palavras mais pesadas!

Resigno-me a isso no momento e com alegria volto aos meus posts assumindo a característica BDSM do blog novamente!


Beijos Carinhosos

Hope subway

Meus Blog’s!

Conheça um pouco de
- Hope Subway -
Beijinhos açucarados,
- Hope Subway -
 

Curso de masturbação na Espanha

Imagine sair de casa, pegar a mochila e dizer para a mamãe:

- Tchau mãe, vou para o curso de masturbação.

Seria incrível, prova de que a sexualidade não seria mais um dos assuntos tabu na sociedade. Infelizmente a gente não pode ainda presenciar a cena citada acima, mas adolescentes da Espanha já estão tendo aulas sobre o assunto, que vai desde a anatomia e fisiologia sexual masculina e feminina até técnicas de masturbação e uso de objetos eróticos.
O curso está sendo realizado na província de Extremadura e faz parte de um programa das Secretárias de Educação e de Juventude intitulado “O prazer está em suas mãos”. Mas vocês não acham que um projeto desses estaria livre de críticas. Não é?

Alas conservadoras espanholas como pais de alunos e alguns setores da mídia, vem classificando a atividade escolar de imoral e irresponsável.

Irresponsável seria não educar os jovens sexualmente e vê-los futuramente contraindo doenças sexualmente transmissíveis por causa do silêncio que “se deve” pronunciar quando o assunto em questão é sexo.

De acordo com o
site Frutificara, a Secretaria de Educação de Extremadura elaborou 1.200 livros em formato revista com exemplos de dúvidas habituais de adolescentes sobre o tema e as respectivas respostas de educadores e sexólogos.
O material didático das aulas inclui mapas da anatomia humana, explicações sobre tipos de brinquedos eróticos, endereços úteis e até um baralho que coloca os jogadores em exemplos de situações de risco como uma ereção prolongada ou uma infecção genital, para que saibam como resolver os problemas.

Exemplo perfeito de educação sexual, não? Já pensou se os nossos jovens tivessem essa liberdade de falar sobre o sexo de maneira construtiva e educativa? Muitos dos problemas enfrentados hoje, como gravidez na adolescência seriam evitados!

O movimento feminista do Instituto da Mulher de Extremadura está apoiando o projeto, o que é interessante porque quando se trata de sexualidade as mulheres, na maioria das vezes, são postas do lado oposto como se fossem assexuadas. Não podem se masturbar, não podem olhar a vagina, conversas sobre o corpo com as amigas então, nem pensar! E aulas educativas como essa vão dar voz àquelas que por muito tempo ficaram caladas sobre o assunto.

Quando vi a reportagem fiquei eufórica porque imaginem, ter aulas de como se masturbar, por exemplo! É impensável! Esse também é um dos assuntos que as mulheres menos falam e tem vergonha de conversar, às vezes não conhecem o próprio corpo por causa da repressão e não sabem como e onde obterem prazer. Justamente porque a idéia de prazer sexual é destinada somente aos homens. Quando uma mulher compra uma calcinha fio dental ou uma fantasia erótica está instigando quem? O homem claro! E com essas aulas vão aprender também a se pronunciarem sobre os seus desejos.
E quem tem que atrapalhar o processo de educação sexual? A Igreja Católica, claro! A Associação de Pais Católicos de Extremadura formou um grupo de protesto chamado “Cidadania para a Educação” e ameaça levar o governo regional aos tribunais, simplesmente porque seus filhos estão aprendendo como ter prazer e como se cuidar sexualmente. Motivo e tanto de protesto hein?

Bom, pelo menos a iniciativa de educação sexual foi tomada e quem sabe não serve de exemplo para outros lugares do mundo, que ainda permanecem nesse atraso de vida de pensar que não se pode falar sobre sexo, possam aderir o conteúdo das aulas em suas instituições de ensino.

O Brasil, por exemplo???


Um comentário:

Crys disse...

Oiii amigaaaa, estou de volta!
Seria ótimo sim, mais infelizmente em nosso país ainda existe um falso pudor sobre assuntos relacionados a sexo, visto que nós que falamos sobre o assunto abertamente sofremos sempre um certo tipo de perseguição...

Beijos linda de bom final de semana pra ti...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...